Ir para o conteúdo

Prefeitura de Municipal Tapira - MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
08
08 NOV 2021
QUEIJO ARTESANAL TAPIRENSE RECEBE PREMIAÇÃO INTERNACIONAL
enviar para um amigo
receba notícias
Queijaria Pingo da Serra conquistou medalha de prata em sua categoria e recebeu visita da EMATER-RS

O queijo artesanal Pingo da Serra, da produtora rural Maria Geralda de Souza (Fazenda Antas), recebeu medalha de prata no Concurso Internacional de Queijos "Araxá International Cheese Awards", que ocorreu no último final de semana em Araxá. É a segunda premiação internacional do queijo que concorreu na categoria queijo de vaca, leite cru, tratamento coalhada: cru, meia cura, casca lavada (30-60 dias). Esse é o segundo prêmio internacional da tapirense, que conquistou trouxe do Mondial du Fromage et des Produits Laitiers (Concurso Mundial de Queijos e Laticínios) na França, em setembro passado, o primeiro certificado em nível mundial. Vale ressaltar que a Queijaria Pingo da Serra é a única no município que possui o Selo Arte.

O sucesso é tanto que uma equipe da EMATER do Rio Grande do Sul elegeu a Fazenda Antas para uma visita técnica para conhecer todo o processo de produção e trocar de experiências, a fim de levar até o sul do país casos de sucesso para inspirarem o investimento em produção queijeira na região que ainda é iniciante na produção do produto típico mineiro. Luana Machado, gerente técnica da EMATER-RS e Junior Lopes dos Santos, coordenador de núcleo de agroindústria, crédito rural e cooperativismo da EMATER-RS, afirmaram que conhecer os processos da mineira vai ajuda-los na implementação e crescimento. “A ideia de visitar as queijarias é ver um exemplo de uma estrutura de ‘baixo investimento’ mas com excelência em qualidade, para implantar lá e levar os pontos positivos para discutir melhorias e agregar valor ao nosso produto”, afirmou Júnior.

Já Maria é só sorrisos: “A premiação não agrega só valor ao meu produto, mas traz mais aprendizado para que eu melhore ainda mais a qualidade do queijo. A troca de informações faz com que a gente cresça. Além de valorizar a nossa produção”.


Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia